9 de set de 2016

Análise Capitulo 04 de CCS Clear Card!


Se  você, assim como eu, estava CERTO que teríamos respostas sobre o comportamento suspeito do Shaoran no último capítulo, também ficou estupidamente decepcionado. Afinal como Shaoran iria aparecer na história depois daquele telefonema sem nenhuma explicação? Exatamente. O menino nem apareceu! Por isso nem ficamos sabendo. Enfim, eu sou #TeamShaoran até o fim da vida, então estou triste... Mas, em nome de quem é #TeamTomoyo, tentarei fazer essa resenha sendo imparcial... Vamos lá!!! 


O capítulo começa com Sakura, Tomoyo e Kero preparando um Cheesecake, ao perfeito estilo do terceiro encerramento do anime, Fruits Candy. O mangá fornece a receita completa (em japonês) para quem quiser fazer em casa, hehehe. E basicamente nada acontece até o cheesecake ficar pronto, vemos apenas a interação dos três personagens que continua fofa como sempre.


A falta de cenários nessa parte é gritante. Há uma página inteira que ele foi substituído por pontinhos ou quadradinhos. Não digo que isso seja preguiça de desenhar, é na verdade um recurso para deixar a cena mais descontraída e dar um ar cômico. O problema é que não há nada de muito cômico na cena, ela é fofinha e divertida. Acho que não foi um recurso bem aplicado...

Logo depois ficamos sabendo que Eriol ainda não deu retorno para Sakura sobre as novas cartas ou novo báculo. Ela parece tranquila, sempre seguindo o mantra de que tudo vai ficar bem e que ela vai se esforçar.


Em  seguida Touya e Yukito chegam e descobrimos que vão todos dormir lá, tipo festa do pijama, hehehe. Gostei de ver que as coisas não mudam entre os irmãos que continuam se implicando como sempre.

Mas minha cena favorita, e acredito que do #TeamTomoyo também, foi esta quando Sakura vestiu a roupa feita por Tomoyo e agradeceu dizendo que elas sempre lhe dão muita energia. A falta de cenário aqui não incomoda e trás uma serenidade pra cena. É muito bonito o sentimento entre as duas, e ter isso bem estabelecido na nova história é muito importante. Mesmo com o mais alguém ocupando o coração de Sakura, a relação delas continua a mesma. 

Logo em seguida algo estranho acontece, algo toma o quarto em que as meninas estavam e convenientemente apagando o cenário.  Tanto Sakura como Kero não sentem presença alguma, e logo percebem que não conseguem se aproximar das "paredes" pois elas se retraem conforme se aproximam. 

A cena é interrompida e somos levados para a Inglaterra, onde alguma coisa aconteceu com Ruby Moon. Não se sabe exatamente o que, mas não parece estar doente ou fraca, pois a profª Mizuki precisou acalmá-la de alguma coisa. Spinel questiona se Eriol não vai dar retorno para Sakura, e ele diz que ainda não é a hora.


Voltamos para a cena principal com Tomoyo usando a cabeça para pensar, ao contrário de Kero que ficou tentando pegar a parede sem conseguir. Ela sugere que poderiam estar dentro de um balão, e que poderiam estourá-lo com um alfinete.


Em uma cena muito bonita, Sakura libera o novo báculo. Tomoyo fura a parede com o alfinete e a feiticeira aprisiona a existência sem mestre na forma da carta Siege (cerco, como em um "cerco militar"). E assim o capítulo termina, sem mais explicações, sem maiores dúvidas.



Mesmo eu dizendo pra vocês que ia tentar ser imparcial, não tenho como não dizer que este foi o pior capitulo até o momento, sem dúvidas. A falta de cenário me incomodou MUITO, muito mesmo, bem mais que o normal. E o que é esta cena do Eriol sentado no nada gente? Custava mostrar o sofá? O capítulo inteiro pecou muito nessa parte. 


E não foi só a arte (ou a falta dela) que foi um problema. O enredo do capítulo não acrescenta em praticamente nada na história, podia ser tranquilamente um episódio filler da versão animada. E outra, uma carta vencida por um alfinete??? Essa existência sem mestre está muito fraquinha, não acham? Quando Tomoyo falou em estourar o balão, EU JUREI que Sakura iria utilizar a carta Gale, aprisionada no capítulo anterior, para criar muito vento e expandir o balão até que explodisse. Seria um GRAND FINALE para o capitulo, um encerramento digno, uma informação nova para os leitores, e salvado todo capitulo do desastre total. Mas não foi o caso, o alfinete ganhou mesmo. Palmas para Tomoyo.

ESPECULAÇÕES:

Bom, como não aconteceu muita coisa no capítulo, não temos muitas novas especulações. Mas mais e mais teorias estão surgindo por aí, e vou tentar explorar um pouco disso. Começando então com as novidades...

- Ruby Moon: Como vimos parece que ela ficou muito exaltada com alguma coisa e precisou ser amparada. Acredito que Eriol contou para ela o que quer que ele saiba, e ela ficou um tanto desesperada em ir para o Japão ao auxílio de Sakura. Mas como "a hora ainda não chegou", ela não poderia fazer nada, apenas assistir (coisa que o Eriol está super tranquilo em fazer). 

- Novas Cartas/Novo Báculo: As teorias em torno das novas cartas já são várias. Há quem ache que as cartas antigas "se libertaram" por terem ficado transparentes, e "evoluíram", ficando mais fortes e mais violentas. Gale seria uma evolução de Windy e Siege uma evolução da Maze/Shield. Por Gale carregar a "alma" de Windy ela teria sido a primeira a se revelar para Sakura. Enquanto Siege teria a "alma" da Shield, que guardava os bens preciosos de Tomoyo, e por isso se revelou na presença da amiga. Parece uma teoria bem amarrada mas eu discordo. Se fosse o caso elas não seriam "existências sem mestre", nem teriam a aparência que tem, e sim algo que lembrasse as cartas antigas. E onde os sonhos entrariam nessa teoria??

Uma outra teoria que gostei bastante é que as Cartas Sakura se uniram para criar o novo báculo dos sonhos para ajudar Sakura no novo desafio que surgiu. Apesar de ter gostado da ideia, também acho que não é uma teoria que vai se realizar. Acho que se assim fosse não haveria motivo para as cartas ficarem transparente, elas penas sumiriam. Também não haveria motivo para a mudança da insígnia mágica.

Mais uma teoria que me deixou interessada foi a do equilíbrio da magia. No segundo filme, A Carta Selada, descobrimos que a carta apelidada de Vácuo foi criada como uma força antagonista a todas as demais Cartas Clow, para equilibrar a magia no mundo. No mangá, esta passagem não existe, mas o conceito de equilíbrio mágico pode ser aplicado. A teoria é que as Cartas Sakura ficaram mais fortes e isso gerou o nascimento destas novas criaturas "malvadas", para equilibrar a energia mágica. Isso explicaria o fato de Shaoran já saber o que está se passando, pois sabemos que ele já estudou magia e tem mais conhecimentos da teoria mágica que Sakura. É uma boa teoria, mas fica parecendo reciclagem de idéias, não acham?

Outra ideia é que as cartas antigas realmente se foram, morreram. Sakura estaria criando (inconscientemente) este novo poder e o transformando em novas cartas. E no fim ela perceberia a "morte" das Cartas Sakura, mas tudo ficaria bem pois elas estariam junto com Clow, seu criador original. Um final trágico e muito triste que eu acho MUITO improvável. 

[Spoilers de Tsubasa Chronicles daqui para baixo!!!]



MAAAAAAAIS uma teoria que eu li, diz que a pessoa estranha do sonho pode ser a Rainha Nadeshiko de Tsubasa Chronicles. Em TRC ela é uma pessoa que tem o poder de sonhar com o futuro, então ela sabe tudo que vai acontecer. Sabendo que sua filha, Princesa Sakura, precisaria do Báculo da Estrela, ela da este novo poder a Sakura Kinomoto, para que ela pudesse, no futuro, entregar o báculo "velho" sem se prejudicar. Essa teoria é suportada pelo "desaparecimento" do espírito de Nadeshiko no capítulo 3 deste novo mangá. Fujitaka comenta que faz algum tempo que não vê o espírito da esposa. Em Tsubasa, Nadeshiko não morre, ela deixa de existir ao parar o tempo para evitar a morte de Sakura Hime. E talvez por isso ela precisa da ajuda da Nadeshiko Kinomoto para realizar essa tarefa. Muita loucura? Pois é!!! Por mais que eu queira MUITO que as histórias do arco Clear Card se misture na linha cronologica de Tsubasa, acho muito pouco provável. Tsubasa é um manga para adultos, Card Captor Sakura é um mangá claramente feito para o público infantil. Pedir que um adulto tenha conhecimento de um mangá infantil é uma coisa, querer que uma criança tenha conhecimento de um mangá para adultos é outra bem diferente. Não acho que o CLAMP faria isso. Esse capítulo comprovou pra mim que CCS Clear Card será uma história, assim como os arcos passados, leve e simples, sem grandes maluquices.

E no fim, apresentei várias teorias e discordei de todas elas, não é mesmo? Fique tranquilo pois no fim tudo vai dar certo! Essa é a teoria mais aceita. Com certeza muita coisa vai acontecer, e a única coisa que é absolutamente correta é que no fim tudo vai ficar bem. Como chegaremos nesse fim ainda é um mistério. Agora nos resta apenas esperar mais um mês e rezar para que o próximo capítulo seja melhor, nos traga mais informações, e que o Shaoran apareça e ajude na captura de uma nova carta também. Gambatte #TeamShaoran!!!

4 comentários:

  1. Boa noite, Jú!
    Tudo bem?

    Nossa, pensei que eu fosse única a não gostar deste capítulo, já que vi em outros lugares onde algumas pessoas gostaram bastante. Hahaha.

    Sim, realmente este capítulo foi tão decepcionante... Nada revelador assim, sabe?

    Achei uma fofura falando sobre receita, porém não me interessou, fiquei com vontade de pular algumas página para saber logo a história... O.o

    Adorei rever o Touya e Yukito! <3
    A briguinha entre irmãos continua a mesma, Yukito continua sendo gentil e tais.
    Apenas fiquei triste que Kero ainda finge um bichinho de pelúcia, mesmo sabendo que Touya sabe da existência do kerberus conforme com outro mangá SCC:
    - Lembra que quando ele foi doar os poderes ao Yue? Então ele já sabia de tudo, e a Sakura também descobre e conta para Shaoran, Tomoyo e Kero, e tais.
    Então, neste mangá, eles agem como houvesse em segredo ignorando aquela história de descoberta... COMO ASSIM, gente?!
    Admito que fiquei bastante chateada, pois queria ver a interação entre Touya e Kero. O melhor ainda é que todos poderiam conversar sobre isso abertamente, quem sabe o desenrolar ou até mesmo desenvolvimento da história!

    Achei cenas fofas entre Tomoyo e Sakura, sim. <3

    Sobre a carta, devo admitir: Não achei nada demais.
    Não consegui pensar nada mesmo. :(

    Olha, a falta de cenário até que não me incomodou, viu?!
    Pois já me acostumei.

    Ah, sobre "Sakura estaria criando (inconscientemente) este novo poder e o transformando em novas cartas."
    Após ler, concordo com você, e até faz mais sentido. Afinal, é a cara de Clamp fazer isso.

    Né, como sabemos, a história vai ser leve e simples, já que atende ao público infantil e juvenil.
    Então acredito que não podemos esperar muito da história. :(

    E parabéns pelo análise!
    Você é muito boa em analisar! :)

    Beijos.
    Sarina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sarina!! Concordo mesmo que é bem decepcionante... Mas ao mesmo tempo eu entendo pq conversar abertamente com o touya sobre magia ia gerar umas cenas meio estranhas tipo, touya vou ali resolver um problema de magia, já volto! Eu vou com você, vai que precisa de ajuda, pode ser perigoso! ai pronto, além da tomoyo assistindo teriamos o Touya também o.õ Mas enfim, é estranho mesmo....
      Obrigada pelo comentário ;)

      Excluir
    2. Olá!

      Vendo por este lado, eu te entendo.
      Pode ser estranho, mas... não necessariamente como você falou, mas pode ser assim:
      - Eles não conversam abertamente, e sim trocam dicas ou conselhos; ou algo assim.
      Acho que ficaria legal. :)

      Já que acredito que não é a cara de Touya de ficar discutindo sobre isso com pessoal, especialmente com Sakura, sabe?

      Beijos.

      Excluir
  2. Cadê o link para download do capitulo 4 ? ;---------;

    ResponderExcluir

© Sakura Planet - 2017. Todos os direitos reservados. Designer e criação por: Vitor Araújo.